O Cálculo Da Lente Intraocular / Cirurgia Refrativa Da Catar

R$650,00

R$552,50

15% OFF
Grátis

O cálculo da lente intraocular / Cirurgia refrativa da catarata
Autor: Caballero, Juan Carlos Sánchez; Centurion, Virgilio

Informações Técnicas
ISBN: 9788570066848
Páginas: 688
Edição: 1º
Ano: 2018
Idioma: Português
Capa: Capa Dura
Formato: 21 x 28 x 3.3cm

Resumo: Esta publicação mostra a importância de utilizar corretamente o relatório do cálculo da LIO, seguindo um raciocínio que também envolve a história clínico-oftalmológica e a refração, e mostrando um método ou dinâmica a ser seguida quando se avalia a LIO a ser implantada.

Tem como objetivo principal:
¿¿Apresentar um método de trabalho.
¿¿Introduzir uma forma de raciocínio que não pode ser somente o do resultado do biômetro.
¿¿Focar, nos casos de rotina, um resultado refracional do equivalente esférico (EE) de ± 0,50 D.

A ideia é simplificar oferecendo a melhor opção para cada caso.

Sumário: Parte 1 Experiência

1 O Caminho do Cálculo da Lente Intraocular: Material de Trabalho – Rotina
2 Como Analisar o Relatório do Cálculo da Lente Intraocular
3 A Fórmula Haigis e Seus Atributos
4 Resenha Sobre as Novas Fórmulas
5 A Importância da Face Posterior da Córnea no Cálculo da Lente Intraocular
6 As Constantes Jamais Devem Ser Esquecidas
Parte 2 A VIDA REAL | Casos que podem auxiliar e servir como um guia
7 Em Busca da Emetropia | CiReCa: a Cirurgia Refrativa da Catarata
8 O Olho-Padrão
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO monofocal asférica (Caso 1)
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO monofocal tórica (Caso 2)
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO multifocal tórica (Caso 3)
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO multifocal tórica (Caso 4)
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO trifocal não tórica (Caso 5)
Caso ilustrativo de olho-padrão com LIO trifocal não tórica (Caso 6)
9 O Comprimento Axial e o Cálculo da Lente Intraocular
A | O cálculo da lente intraocular em olhos com alta miopia
Caso ilustrativo de alta miopia | Olhos muito longos (Caso 1)
Caso ilustrativo de alta miopia | Olhos muito longos (Caso 2)
Caso ilustrativo de alta miopia | Olhos muito longos (Caso 3)
Caso ilustrativo de alta miopia | Olhos muito longos (Caso 4)
Caso ilustrativo de extrema miopia | Olhos extremamente longos (Caso 5)
Caso ilustrativo de extrema miopia | Olhos extremamente longos (Caso 6)
Caso ilustrativo de extrema miopia | Olhos extremamente longos (Caso 7)
Caso ilustrativo de extrema miopia | Olhos extremamente longos (Caso 8)
Caso ilustrativo de extrema miopia | Olhos extremamente longos (Caso 9)
B | O cálculo da lente intraocular em olhos com alta hipermetropia
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 1)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 2)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 3)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 4)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 5)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 6)
Caso ilustrativo de hipermetropia | Olhos curtos (Caso 7)
Caso ilustrativo de alta hipermetropia | Olhos muito curtos (Caso 8)
Caso ilustrativo de extrema hipermetropia | Olhos extremamente curtos (Caso 9)
10 O Poder Corneano e o Cálculo da Lente Intraocular
A | O cálculo da lente intraocular e a correção do astigmatismo com LIO tórica
Caso ilustrativo de correção do astigmatismo (Caso 1)
Caso ilustrativo de correção do astigmatismo (Caso 2)
B | O cálculo da lente intraocular pós-cirurgia refrativa corneana com ceratotomia
radial e astigmática ou córnea confusa
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial (Caso 1)
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial (Caso 2)
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial (Caso 3)
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial (Caso 4)
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial (Caso 5)
C | Cálculo da lente intraocular em olhos com prévia cirurgia refrativa corneana com excimer laser
Caso ilustrativo pós-LASIK miópico (Caso 1)
Caso ilustrativo pós-LASIK miópico (Caso 2)
Caso ilustrativo pós-LASIK miópico IOL Master 700 versus IOL Master 500 (Caso 3)
Caso ilustrativo pós-ceratomileusis (Caso 4)
Caso ilustrativo pós-LASIK hipermetrópico (Caso 5)
Caso ilustrativo pós-LASIK hipermetrópico com anisometropia (Caso 6)
Caso ilustrativo pós-LASIK hipermetrópico, pseudomonovisão (Caso 7)
Caso ilustrativo de ceratocone oculto no pré-operatório (Caso 8)
11 A Cirurgia do Cristalino em Olhos com Múltiplas Cirurgias Refrativas
Caso ilustrativo pós-ceratotomia e pós-LASIK hipermetrópico (Caso 1)
Caso ilustrativo pós-ceratotomia e pós-LASIK hipermetrópico (Caso 2)
Caso ilustrativo pós-múltiplas cirurgia refrativas – Disametropia | Cálculo para piggyback (Caso 3)
12 A Lente Intraocular Durante a Cirurgia Complicada
Caso ilustrativo de RCP, vitrectomia anterior, LIO no sulcus ciliaris (Caso 1)
Caso ilustrativo de RCP, vitrectomia anterior, LIO no sulcus ciliaris (Caso 2)
Caso ilustrativo de RCP, vitrectomia anterior, LIO no sulcus ciliaris (Caso 3)
Caso ilustrativo de RCP, vitrectomia anterior, LIO no sulcus ciliaris (Caso 4)
13 O Vítreo e a Retina no Cálculo da Lente Intraocular
Caso ilustrativo de sínquise vítrea (Caso 1)
Caso ilustrativo de vitrectomia posterior com óleo de silicone (Caso 2)
14 Catarata Total
Caso ilustrativo de catarata branca normotensa, ceratocone, olho único (Caso 1)
Caso ilustrativo de CBI – catarata branca intumescente (Caso 2)
Caso ilustrativo de catarata nigra (Caso 3)
Caso ilustrativo de catarata nigra (Caso 4)
Caso ilustrativo de catarata nigra (Caso 5)
Caso ilustrativo de catarata brunescente (Caso 6)
Caso ilustrativo de catarata brunescente | LIO trifocal tórica em olho único (Caso 7)
15 A melhor opção de visão de perto para cada caso
Caso ilustrativo de monovisão programada (Caso 1)
Caso ilustrativo de monovisão programada (Caso 2)
Caso ilustrativo com LIO trifocal (Caso 3)
Caso ilustrativo com LIO trifocal (Caso 4)
Caso ilustrativo com LIO multifocal tórica (Caso 5)
Caso ilustrativo com LIO multifocal tórica (Caso 6)
Caso ilustrativo com LIO trifocal tórica (Caso 7)
Caso ilustrativo com LIO trifocal tórica (Caso 8)
Caso ilustrativo de pseudoacomodação com LIO monofocal bilateral (Caso 9)
Caso ilustrativo com LIO multifocal tórica e trifocal (Caso 10)
16 Anisometropia no Pré-operatório, O Que Fazer?
Caso ilustrativo pós-ceratotomia radial | Anisometropia iatrogênica (Caso 1)
Caso ilustrativo de anisometropia (Caso 2)
17 O Cálculo da Lente Intraocular para Implante Secundário
Caso ilustrativo de FESS — fixação escleral sem sutura
18 Como Não Fazer o Pedido do Cálculo Biométrico

HÁ 30 ANOS NO MERCADO DE LIVROS
MELHOR PREÇO E ATENDIMENTO SÓ NA ODONTOMEDI
TODOS OS NOSSOS LIVROS ENVIAMOS COM NOTA FISCAL