Ortodontia Tratamento em Adultos

Ortodontia Tratamento em Adultos
  Melhor preço e atendimento só a Odontomedi  
Departamento: Odontologia
Categoria: Ortodontia
Autor: Birte Melsen
Editora: Dental Press
ISBN: 9788588020863
De: R$ 508,20
Por R$ 459,00 em 6x de R$ 76,50 ou R$ 436,05 c/5,00% desc nas compras no boleto.
Formas de pagamento


1x de R$ 459,00 à vista

2x de R$ 229,50 (R$ 459,00) sem juros

3x de R$ 153,00 (R$ 459,00) sem juros

4x de R$ 114,75 (R$ 459,00) sem juros

5x de R$ 91,80 (R$ 459,00) sem juros

6x de R$ 76,50 (R$ 459,00) sem juros


Boleto bancário, Depósito, Transferência, TEF
R$ 436,05 c/5,00% desc. nas compras acima de R$ 1,00 no boleto.

ENVIO IMEDIATO. 1 dia útil a partir da data que confirmarmos o pagamento, + tempo de frete escolhido por você (PAC, SEDEX).

AutorA: Birte Melsen

Ediçao: 1a / 2015
Número de páginas: 447
Editora: Dental Press
ISBN: 9788588020863

SOBRE A AUTORA:

Birte Melsen nasceu na Aabenraa, Dinamarca no dia  09 de junho de 1939.
Desde 1975, ela ocupou o título de Professor e Chefe do Departamento de Ortodontiana Faculdade de Odontologia da Universidade de Aarhus, na Dinamarca. 
Desde 1986, ela tem trabalhando em  tempo parcial em uma clínica privada em Lübeck, Alemanha (Ortodontia apenas para Adultos).
A Professora Melsen é autora de mais de 350 publicações nas áreas de crescimento e desenvolvimento com base em pesquisa de material de autópsia humana, 
biologia óssea e clínica estudos de implantes. Nos últimos anos, seus interesses profissionais têm focado principalmente n acampos de Skeletal Anchorage, 
Imagem Virtual e Adultos Tratamento Ortodôntico.
Em 2000 ela recebeu a Cavalaria de 1º grau Dannebrog.
Colaboradores 4
 
Introdução: mais de um século de progresso no tratamento ortodôntico de pacientes adultos 7
 
1. Pacientes adultos potenciais para tratamento ortodôntico – quem são eles? 17
 
Birte Melsen
 
Introdução 18 Quem são os pacientes? 18 Como os pacientes expressam suas necessidades? 21 A primeira visita 22 Como o profissional pode aconselhar estes pacientes? 22 Comunicando-se com o paciente 26 Resumo 27
 
2. Diagnóstico: queixa principal e lista de problemas 29
 
Birte Melsen, Marco A. Masioli
 
Introdução 30 Elaboração da lista de problemas a entrevista - queixa principal 30 Saúde geral 30 Exame clínico 35 Exame extrabucal 35 Fotografias extrabucais 37 Função do sistema mastigatório 40 Exame intrabucal - saúde bucal 40 Avaliação dos modelos de gesso forma do arco 41 Análise oclusal 41 Análise do espaço 43 A análise cefalométrica 45 Lista final dos problemas 45 Indicação para o tratamento 46 A apresentação da lista de problemas - a ponta do iceberg 46 Observações finais 52
 
3. Etiologia 53
 
Birte Melsen
 
Introdução 54 Origem biológica 54 Etiologia das más oclusões em adultos 62 Alterações esqueléticas relacionadas com a idade 62 Alterações esqueléticas craniofaciais relacionadas com a idade 66 Alterações locais relacionadas com idade 67 Fatores determinantes da variabilidade do estado periodontal entre pacientes da mesma faixa etária 67 Consequências da deterioração da dentição 69 Casos clínicos 70 Agravamento de uma má oclusão existente 70 Desenvolvimento de uma má oclusão secundária 70 Conclusões 73
 
4. Tratamentos interdisciplinares versus multidisciplinares 75
 
Birte Melsen
 
Introdução 76 Estabelecendo uma equipe interdisciplinar 78 Sequência do tratamento 79 Procedimentos de tratamento essenciais e opcionais (Quadro 4.1) 81 Interação durante o tratamento 84 Pós-tratamento ortodôntico 84 A satisfação do paciente 84 Exemplos de casos interdisciplinares 84
 
5. Planejamento do tratamento: o uso do objetivo Visual do Tratamento, vista tridimensional 87 Birte Melsen, Giorgio Fiorelli Determinando os objetivos do tratamento 88 Produzindo um oclusograma 88 Combinando o oclusograma com a telerradiografia em norma lateral da cabeça 93 O oclusograma computadorizado 96 Atendendo às necessidades do paciente 100 Tratamento ortodôntico: arte ou ciência? 101
 
6. Reações teciduais 103
 
Carlalberta verna, Birte Melsen
 
Efeitos ortopédicos 104 Caso 1: Paciente adulta antes e depois do posicionamento anterior da postura mandibular (cortesia do Dr. M Korn) 104 Efeitos ortodônticos em pacientes adultos 109 O modelo clássico pressão-tensão 109 Ligamento Periodontal 112 Osso 114 Uma nova teoria e sua terminologia 118 Fatores relacionados com o ortodontista 121 Fatores relacionados com o paciente 121 Reabsorção radicular apical induzida ortodonticamente 124
 
7. Desenho dos Aparelhos 129
 
Birte Melsen, Giorgio Fiorell, Delfino Allais, Dimitrios Mavreas
 
Introdução 130 Definição do sistema de força necessário 131 Avaliação da Ancoragem 134 Sequenciando o tratamento em fases 134 Posição mandibular 136 Seleção e desenho dos aparelhos 136 Mecânica de deslizamento 138 Mecânica Segmentada 145 Conclusão 161
 
8. Problemas de ancoragem 163
 
Birte Melsen, Carlalberta Verna
 
Introdução 164 Definição 164 Classificação de ancoragem 164 Ancoragem intramaxilar 165 Ancoragem mucossuportada 169 Ancoragem grátis 169 Ancoragem intermaxilar 175 Oclusão 175 Diferentes tempos de aplicação de força 177 Ancoragem extrabucal 177 A ancoragem esquelética 177
 
9. Problemas de colagem relacionados a dentes reabilitados em adultos 197
 
Vittorio Cacciafesta, M. Francesca Sfondrini, Carmen Giudice
 
Introdução 198 Braquetes 198 Braquetes metálicos 198 Braquetes estéticos 198 Braquetes de Policarbonato 199 Braquetes cerâmicos 200 Braquetes autoligáveis 204 Noções básicas de colagem 204 Limpeza 205 Condicionamento do Esmalte 206 Selamento 206 Colagem 208 Fotopolimerização 211 Colagem em coroas e restaurações 212 Descolagem 213 Recondicionamento de bráquetes metálicos 215 Bandagem 215 Acessórios auxiliares 219
 
10. Reações adversas relacionadas a materiais em Ortodontia 223
 
Dorthe Arenholt Bindslev
 
Introdução 224 Aparelhos fixos 224 Materiais de colagem e bandagem 230 Reações de hipersensibilidade a materiais à base de resina 232 Observações finais 238
 
11. Pacientes com problemas periodontais 243
 
Birte Melsen
 
Prevalência da doença periodontal 244 Má oclusão e doença periodontal 244 Ortodontia e doença periodontal 247 Indicações para tratamento Ortodôntico em pacientes com problemas periodontais 247 Tratamento de pacientes com incisivos superiores protruídos e extruídos 250 Reação tecidual à intrusão de dentes com perda óssea horizontal 252 Tratamentos de pacientes com defeitos ósseos verticais 262 Quais são os limites periodontais para a movimentação ortodôntica? 264 Sequência de tratamento em pacientes com problemas periodontais 269 Conclusão sobre a influência do tratamento ortodôntico na condição periodontal 270
 
12. Uma abordagem sistemática para o tratamento ortodôntico de dentes anteriores com problemas periodontais 275
 
Jaume Janer
 
Recessão gengival de um único dente 276 Espaçamento progressivo dos incisivos 282 Relatos de casos 284 Tratamento de dentes com problemas periodontais 284 Considerações preliminares 289 Considerações estéticas 289 Intrusão x Extrusão 291 Tratamento 294 Considerações gerais 295 Após o tratamento ortodôntico 298 Contenção 298
 
13. A colaboração interdisciplinar entre a ortodontia e a periodontia 301
 
Francesco Milano, Laura Guerra Milano
 
Introdução 302 Diagnóstico periodontal 302 Anamnese, exame clínico e radiográfico 302 Triagem para a doença periodontal 303 Fatores locais predisponentes para tratamento periodontal 304 O momento para o tratamento Orto-perio 304 Tratamento periodontal 310 Tratamento cirúrgico 310 Cirurgia mucogengival e estética 312 Tratamento cirúrgico regenerativo 322 Tratamento periodontal de suporte 323 Casos clínicos orto-perio e multidisciplinares 323 Conclusão 330 Agradecimentos 330
 
14. A interrelação ortodontia e prótese 333
 
Yves Samama
 
Introdução 334 O edentulismo e a administração do espaço: a dimensão mesiodistal 334 A dimensão vertical 345 Conclusão 352 Agradecimentos 352
 
15. Pacientes com problemas na articulação temporomandibular (ATM) 355
 
Birte Melsen
 
Ortodontia e disfunção 356 Controvérsia na literatura sobre DTM e oclusão 358 Tratamento e DTM 359 Tratamento de estalidos nas articulações 360 O tratamento ortodôntico de pacientes com DTM 364 Organização do tratamento 370 Conclusão 370
 
16. Pacientes com desordens temporomandibular 373
 
Peter Svensson
 
Introdução 374 Classificação e epidemiologia 374 Procedimentos de diagnóstico 375 Os fatores de risco e etiologia 378 Fisiopatologia 379 Conduta 383 Resumo 386
 
17. Invisalign: tantas respostas quanto perguntas 391
 
Rainer-Reginald Miethke
 
Invisalign é novo? 392 Como o Invisalign funciona? 392 Quais são as considerações pré-tratamento? 393 Como o sistema Invisalign difere da ortodontia convencional? 393 O que caracteriza os pacientes que procuram pelo tratamento Invisalign? 394
 
Qual é a abordagem mais favorável para resolver apinhamentos em pacientes que usam Invisalign? 394 Como as alternativas para a IER podem ser avaliadas? 394 Quais são os problemas relacionados com o tratamento do apinhamento? 395 Quando as extrações são indicadas? 396 Será que um plano de tratamento com Invisalign difere de um plano de tratamento ortodôntico padrão? 396 Como realizar uma moldagem adequada para o sistema Invisalign? 396 Quais são os requisitos a serem avaliados no clincheck? 398 De que material são feitos os alinhadores? 399 Quais são os attachments dos alinhadores? 399 Como os attachments são confeccionados nos dentes 400 O que tem que ser controlado após a inserção de alinhadores? 400 Quais são as consequências de um alinhador bem ou mal adaptado? 402 E se um alinhador for perdido? 403 O que pode ser feito se uma discrepância severa entre o Clincheck e a situação clínica torna-se evidente durante o tratamento? 404 O que pode ser feito se uma discrepância suave entre o Clincheck e a situação clínica torna-se evidente ao final do Tratamento? 404 Como complicações podem ser evitadas durante o tratamento com o sistema Invisalign? 404
 
18. Técnica de desgaste interproximal progressivo 409
 
Pablo Echarri
 
Definição e objetivos 410 Justificação antropológica do desgaste interproximal 410 Influência do desgaste interproximal sobre a placa dentária, a cárie e a doença periodontal 410 Indicações 411 Contraindicações 417 Vantagens do desgaste interproximal 417 Quanto esmalte pode ser removido? 419 Considerações especiais 420 Materiais para o desgaste interproximal 420 Técnica de desgaste interproximal progressivo 424 Sequência biomecânica de arcos 425 Relatos de casos 426
 
19. Controle póstratamento 429
 
Birte Melsen, Sonil Kalia
 
Estabilidade? 430 Controle biológico 430 Considerações médicas gerais 431 Fibrotomia 431 Controle mecânico - contenção 433 Contenção Fixa 433 Aparelhos de contenção como parte da reabilitação protética 434 Contenção removível 436 Contenção com placas termoplásticas TRANSPARENTES 436 Placas de acrílico totalmente ajustadas (“pijama do dente”) 437 Contenções de acrílico e fios 438 Contenção intermaxilar 439 Placa dupla Essix posicionada 440 Conclusão 440
 
20. Quais são os limites do tratamento ortodôntico? 443
 
Birte Melsen
 
O que determina os limites? 444
 
Índice remissivo 447

Comente este produto

Nenhum comentário, seja o primeiro a comentar este produto!

Produtos Relacionados

 

Copyright © 2018 JDS ATUALIZAÇÕES ODONTOLÓGICAS LTDA
Desenvolvimento: iDev Web